Archive for Junho 2015

Os jogos de antes não eram melhores, mas às vezes bate aquele vazio da falta de um estilo particular...

 


Hoje em dia é muito difícil encontrar revistas de videogame que me interessem. As notícias normalmente chegam atrasadas devido a periodicidade da mesma (não dá para disputar com a internet) e detonados são para os fracos (Ooohhhh!). No entanto, as matérias especiais são sempre um agrado, pois textos demasiadamente longos na tela de um computador nem sempre atraem os leitores.

E não há nada como ler uma matéria interessante dentro de uma boa revista.

Nessas andanças minhas, cruzei com uma das últimas edições da (sempre excelente) OLD!Gamer. Para quem não sabe, o título da Editora Europa trata exclusivamente de jogos antigos, sprites feitos à mão e a clássica guerra entre consoles - não, nada de Sony x Microsoft. Sempre um ou dois passos à frente dos infinitos textos encontrados na Wikipédia do seu jogo antigo favorito, com matérias bastante completas e cheias de curiosidades (sem jabá aqui, juro).



E essa edição da OLD!Gamer trazia um especial de jogos de pancadaria (OLD!Gamer #25 - Jogos de Pancadaria - R$12,50). Os famosos beat'em up, ou "tipo Final Fight" como são comumente lembrados aqui no Brasil. No geral dois botões, multiplayer até seis jogadores (em casos extremos), cenários com ação lateral e aquela profundidade 2D de "escalar a tela", bastante comuns na época.

E quem nunca esperou o pai no fliperama do shopping center jogando essas maravilhas? Ok, dos que leem este texto, talvez quase ninguém tenha experimentado aquela sensação maravilhosa do "Vou fazer essa minha única ficha render mais de uma hora hoje", dando passos milimétricos no cenário, enfrentando apenas um inimigo por vez. Nossa própria ganância era o maior inimigo: "Só mais um golpe sem recuar, eu sei que dá". Não dava.

Nunca dava.

(Hoje a molecada pensa de forma parecida em jogos da série Souls ou Bloodborne)



E eram tantos os jogos do gênero nos fliperamas. O clássico Double Dragon, um dos pioneiros no ocidente, Final Fight, Vendetta, Cadillac & Dinossaurs, Alien vs Predator, Teenage Mutant Ninja Turtles, Avengers, Spider-Man The Videogame, X-Men, Knights of The Round, The Punisher e mais todos esses que você lembrou e eu tenho certeza de que vai escrever nos comentários.

Cada um deles único à sua maneira. Ficar esperto para não ser encoxado na segunda fase de Vendetta era um desafio. Dividir a salada com seus companheiros em Knights of the Round favorecia o trabalho em equipe e evitava brigas. Sair da linha de fogo do companheiro em The Punisher era essencial. Não acordar o dinossauro em Cadillac & Dinossaurs era a melhor estratégia. E aprender a sequência exata para os combos infinitos de Final Fight era obrigatório.



E, obviamente, esse gênero foi um sucesso nos videogames também. Lembro que não conseguia ficar longe de um game de SNES, Undercover Cops, um desses genéricos lançados no console que conseguiam agregar novas ferramentas ao gênero - aqui, o lance de comer aquele lanchinho esperto retirado do latão de lixo, só que vivo. Galinhas, ratos, caramujos, era preciso caçar o próprio sustento, da mesma forma que na vida real. #thuglife

Os gráficos eram maneiros e os personagens tinham comandos tipo Street Fighter para a execução das magias. A coisa era fina, mas não me lembro se existiu uma cópia em inglês do game (a versão que eu joguei tudo estava em japonês). Outros que chamaram muito a minha atenção no saudoso SNES eram Final Fight 2 e 3, Ninja Warriors e Spider-Man Maximum Carnage. Incríveis.


No Mega Drive toda essa vida de beat'em ups tinha um representante forte: Streets of Rage (achou que fosse o da Sailor Moon, né? Muito bom, aliás. Mas não). O que era mais um clone de Final Fight/Double Dragon acabou ganhando personalidade própria e acumulando uma legião de fãs dentro do console. Um exclusivo do console da Sega que fazia o coração do mais puro nintendista fraquejar.

Os três jogos da franquia são lembrados até os dias de hoje com muito carinho. Um carinho extra, aliás, para sua trilha sonora, autoria do mestre Yuzo Koshiro, que também trabalhou em clássicos como The Revenge of Shinobi, ActRiser, Sonic, Shenmue e muitos outros. Até hoje as músicas de Streets of Rage ganham remakes nas mãos dos mestres do chiptune, como é o caso do brasileiro Thiago Adamo, por exemplo.


O beat'em up como conhecíamos está praticamente extinto. O formato atual mudou um pouco, desagradou alguns mais puristas, mas foi necessário. Os novos jogadores poderiam achar o gênero meio vazio e repetitivo, então novos recursos foram adicionados, sem abandonar a fórmula principal. Felizmente, é possível reviver essas aventuras clássicas com a ajuda dos emuladores e das lojas de usados. E mais, no caso de Streets of Rage, é possível encontrá-lo na lista dos clássicos da Sega relançados para o Xbox 360, PS3 e Steam.

Nunca jogou nenhum dos clássicos? Então está mais do que na hora de preencher essa lacuna no seu currículo de jogador de videogames.

(não comentei sobre os jogos de Neo-Geo porque eles terão seu espaço na coluna logo menos)










E você, tem muitas saudades desses jogos antigos? Gostaria de ver algum em especial voltar em grande estilo como o Street Fighter V? A discussão sobre games no nosso fórum rola desde 2012, participe! E fique ligado nas próximas fases do Vamos Jogar!











Fonte: Crunchyroll

Vamos jogar! Segunda Fase: Quando a saudade bate forte no coração

//terça-feira, 30 de junho de 2015
//Postado Por: Alysson Borges
Konnichiwa Mina, hoje estou trazendo mais uma novidade para todos vocês:

Finalmente teremos um jogo de "luta" envolvendo os nossos personagens preferidos, chega de brigas e discussões sobre quem é o mais forte: Decidam isso no jogo.



http://th05.deviantart.net/fs70/PRE/f/2014/017/0/0/j_stars_victory_versus_1_17_14_by_negator7-d72larf.jpg
Montagem que não representa os gráficos reais.

A imagem abaixo mostra o gráfico real do jogo, com os personagens e tudo.

























Este jogo estará disponível para as seguintes plataformas:



J-Stars Victory Vs ( Jスターズ ビクトリーバーサス Jē Sutāzu Bikutorī Bāsasu ) É um jogo de luta que comemora os 45 anos da revista Weekly Shonen Jump. No anúncio do jogo em 2012, era chamado de "Project Versus J" e os únicos personagens anunciados eram os protagonistas das séries do especial de Tv "Dream 9" que eram Monkey D. Luffy , Son Goku e Toriko. Em Dezembro, uma votação foi iniciada para que os fãs decidissem quais personagens eles queriam no jogo. Naruto Uzumaki foi adicionado a lista de personagens jogáveis em março de 2013.
Inicialmente lançado somente no Japão, o jogo será lançado no ocidente no 2º semestre de 2015, com o nome de J-Stars Victory VS+, com a inclusão do modo Arcade. Para a versão ocidental, foi anunciado também uma versão em HD para o PlayStation 4, além de legendas em português, Fora a adição de novos personagens, até o momento não confirmados.

 Personagens jogáveis:

One Piece


    Monkey D. Luffy (Mayumi Tanaka)
    Boa Hancock (Kotono Mitsuishi)
    Portgas D. Ace (Toshio Furukawa)
    Akainu (Michio Nakao)

Dragon Ball


    Son Goku (Masako Nozawa)
    Vegeta (Ryo Horikawa)
    Freeza (Ryusei Nakao)

Toriko


    Toriko (Ryotaro Okiayu)
    Zebra (Kenji Matsuda)

Naruto


    Naruto Uzumaki (Junko Takeuchi)
    Sasuke Uchiha (Noriaki Sugiyama)
    Madara Uchiha (Naoya Uchida)

Bleach


    Ichigo Kurosaki (Masakazu Morita)
    Sosuke Aizen (Sho Hayami)

Rurouni Kenshin


    Kenshin Himura (Mayo Suzukaze)
    Makoto Shishio (Masanori Ikeda)

Gintama


    Gintoki Sakata (Tomokazu Sugita)

Kochira Katsushika-ku Kameari Kōen-mae Hashutsujo


    Kankichi Ryotsu (LaSalle Ishii)

YuYu Hakusho


    Yusuke Urameshi (Nozomu Sasaki)
    Hiei (Nobuyuki Hiyama)
    Toguro Ototo (Tesshô Genda)

Hunter × Hunter


    Gon Freecss (Megumi Han)
    Killua Zoldyck (Mariya Ise)

Chinyuki - Taro to Yukaina Nakamatachi


    Taro Yamada (Motoko Kumai)

Medaka Box


    Medaka Kurokami (Aki Toyosaki)

Katekyō Hitman Reborn!


    Tsunayoshi Sawada (Yukari Kokubun) e Reborn (Neeko)

Beelzebub


    Tatsumi Oga e Beelzebub (Katsuyuki Konishi and Miyuki Sawashiro)

JoJo's Bizarre Adventure


    Jonathan Joestar (Kazuyuki Okitsu)
    Joseph Joestar (Tomokazu Sugita)

Jigoku Sensei Nūbē


    Meisuke Nueno (Nūbē) (Ryotaro Okiayu)

Assassination Classroom


    Korosensei (Tomokazu Seki)

Saint Seiya


    Pegasus Seiya (Masakazu Morita)

Hokuto no Ken


    Kenshiro (Katsuyuki Konishi)
    Raoh (Tesshō Genda)

Tottemo! Luckyman


    Luckyman (Mayumi Tanaka)

Bobobo-bo Bo-bobo


    Bobobo-bo Bo-bobo (Takehito Koyasu)

Dr. Slump


    Arale Norimaki (Taeko Kawata)

Saiki Kusuo no Psi Nan


    Kusuo Saiki (Shintarō Asanuma)

Sakigake!! Otokojuku


    Momotaro Tsurugi (Hideyuki Hori)





Fases do Jogo:


  • Namekusei (Dragon Ball)

  • Reino de Alabasta (One Piece)

  • Céu de Vegetais (Toriko)

  • Vila Oculta da Folha (Naruto)

  • Estádio do Torneio das Trevas (YuYu Hakusho)

  • Sociedade das Almas (Bleach)

  • Salão do Inferno Flamejante (Rurouni Kenshin)

  • Paraíso Yoshiwara (Gintama)

  • Katsushika City (KochiKame)

  • Santuário (Saint Seiya)

  • Vila Pinguim (Dr. Slump)

  • Tenrai Kyoushintou (Sakigake!! Otokojuku)

     

     

     

     

     

     

    Fonte: bandaigames

Tag :, Tag :



Sem dúvidas, até ao momento, esta foi a temporada mais fraca do ano de 2015. Mas não precisa ficar desesperado, primeiro, porque nem tudo foi mau e esta lista maravilhosa de recomendações é prova disso. E em segundo lugar, a temporada mais quente do ano está mesmo à porta!

Recomendações Anime Primavera 2015


5 – DanMachi


Recomendações Anime Primavera 2015

Estúdio: J.C. Staff (Bakuman, Toaru Majutsu no Index)





4 – Hibike Euphonium


Recomendações Anime Primavera 2015

Estúdio: Kyoto Animation (K-on, Free!)


3 – Shokugeki no Soma


Recomendações Anime Primavera 2015

Estúdio: J.C. Staff (Bakuman, Toaru Majutsu no Index)


2 – Ore Monogatari


Recomendações Anime Primavera 2015

Estúdio: Madhouse (No Game No Life, Paprika)


1 – Kekkai Sensen


Recomendações Anime Primavera 2015

Estúdio: Bones (Captain Earth, Fullmetal Alchemist)



– Menções Honrosas –



– Ninja Slayer

 

Estúdio: Studio Trigger (When Supernatural Battles Became Commonplace, Little Witch Academia, Kill la Kill)


– Punchline


Recomendações Anime Primavera 2015

Estúdio: MAPPA (Kids on the Slope, Zankyou no Terror, Shingeki no Bahamut)



– Informações da Temporada da Primavera 2015 –


temporada spring 2015 header


Artigos Primavera 2015: Disponível










Fonte: ptanime


Ficha Técnica Chaos Dragon | Verão 2015



Ficha Técnica Chaos Dragon

Pôster de Divulgação do Anime.
Sinopse: A história passa-se em Huanli (o Ano de Deslumbramento) em 3015. Donatia e Kouran, dois países a lutar pela supremacia, estão a fazer com que o mundo se desfaça devido à constante guerra. No meio do confronto está a ilha de Nil Kamui, um país que perdeu a sua independência. Dragão Vermelho, o Deus guardião de Nil KAmui, descontrola-se. Irá a ilha ser capaz de recuperar a sua independência?
Data: 02 – 07 – 2015
Tipo de Adaptação: Original
Género: Ação, Fantasia e Supernatural
Criador Original: Gen Urobuchi (Madoka Magica, Aldnoah.Zero, Fate/Zero), Kinoko Nasu (Kara no Kyoukai, Fate/Stay Night, Tsukihime), Izuki Kogyoku (Mimizuku to Yoru no Ō, Mama, Garden Lost), Simadoriru – Ilustrador Ryohgo Narita (Baccano!, Durarara!!)
Estúdio: Silver Link x Connect (Silver Link- Baka to Test to Shoukanjuu, Fate/kaleid liner Prisma Illya; Connect – Strike the Blood, Imawa no Kuni no Alice)
Realizador: Masato Matsune
Designer de Personagens: Shoko Takimoto (Bonjour♪Koiaji Pâtisserie, Senran Kagura)
Escritor: — —


Fichas Técnicas: ptAnime
Tag :



O site oficial de Atelier Sophie: Fushigi na Hon não Renkinjutushi (Atelier Sophie: Alchemist of the Mysterious Book) jogo começou streaming de uma versão completa do primeiro vídeo teaser na terça-feira. O vídeo apresenta o personagem principal Sophie Neuenmuller (dublado por Yuka Aisaka) e Plachta (Yuka Iguchi), o livro que ensina sua alquimia.




    
Texto: Um novo mundo onde você pode ouvir a voz da vida ...
    
Texto: O renascimento da alquimia ...
    
Texto: ... é o poder de criar uma nova forma.
    
Sophie: Eu vou tentar o meu melhor!
    
Plachta: Eu vou te ensinar alquimia.
    
Texto: O encontro de uma menina e um livro vai começar a mudar a garota.
    
Texto: Atelier Sophie: Alchemist do Livro Misterioso
O site oficial do jogo e do site Dengeki Online também postou mais imagens:







 
 









 





A "alquimia renascimento RPG" será lançado para PlayStation 4, PlayStation 3 e PlayStation Vita no Japão em 25 de setembro o PlayStation 4 e PlayStation 3 versões será vendido por ¥ 6.800 (cerca de US $ 60, mais impostos) para a edição regular, 9800 ienes (US $ 90) para a caixa de prémio, ou 6.000 ienes (US $ 50) para a versão de download. A versão PlayStation Vita será vendido por ¥ 5.800 (cerca de US $ 50, mais impostos) para a edição regular, ¥ 8.800 (US $ 80) para a caixa de prémio, ou ¥ 5.143 (US $ 42) para a versão de download.
O volume 593 da revista ASCII mídia Works "Dengeki PlayStation publicou mais informações e contou com os comentários dos ilustradores do jogo NOCO e Yuugen na quinta-feira
.












 





Fonte: Dengeki Online
Tag :, Tag :



As pessoas gostam de falar sobre a importância das primeiras impressões, principalmente quando eles estão tentando "ajudar" os candidatos universitários por assustá-los à morte direita antes de uma entrevista. As primeiras impressões aplica a anime tanto quanto qualquer outra coisa, e uma boa série introdutória pode fazer toda a diferença ao acolher novos fãs para esse infindável tempo do dissipador que chamamos de um hobby. Nem todo grande show faz um ótimo primeira experiência, e os ingredientes-chave para a cunhagem de um novo fã pode mudar muito de pessoa para pessoa. Todo mundo tem gostos e interesses variados, mas a introdução direito de anime sempre tem algumas coisas em comum. Manter essas qualidades em mente para evitar dar a seus amigos curiosos uma má impressão!

Você precisa de uma maneira fácil 

 


Ninguém gosta de sentir-se fora do circuito, especialmente quando eles estão assistindo algo que é suposto ser divertido. Há alguns excelentes espectáculos lá fora, que assumem um certo nível de conhecimento cultural do público, e essas suposições podem deixar pessoas normais perplexo, entediado, ou ambos. Imagine assistir Shirobako sem saber, pelo menos, alguns dos jargões da indústria que os personagens atirar ao redor. Ainda pior, imagine-se tendo em Bakemonogatari sem conhecer todos os tropos e convenções do gênero que joga com. Se você precisa de um caderno cheio de definições e explicações, a fim de desfrutar de uma série, provavelmente não é o melhor lugar para começar.
Comédias podem ser grandes embaixadores para o meio, mas eles também podem ser alguns dos piores criminosos quando se trata de conhecimento presumido. Tanto quanto eu amo mostras otaku-centrada como Genshiken ou Watashi ga Motenai no wa Dō Kangaetemo Omaera ga Warui!, Eles não seria tão divertido se eu não estivesse dentro no gracejo. Por contraditório que possa parecer, comédias que dependem de confusão pode ser muito mais fácil para os iniciantes a seguir. Cromartie High School foi uma das primeiras comédias de anime eu já assisti, e eu gostei, precisamente porque não era suposto fazer sentido. Soltando um robô, um gorila, e Freddie Mercury em uma classe de delinquentes juvenis não exige nenhuma explicação.
Portanto, a melhor série para iniciantes são do tipo que não deixar ninguém perdido na tradução, mas um bom dub Inglês também pode ser inestimável. Por mais que eles podem fazer a pele crawl 'puristas legenda, o simples fato é que os seres humanos são criaturas preguiçosas de hábito. Estamos mais propensos a dar algo de novo a chance se nós podemos vê-lo em nossa língua nativa, e, obviamente, ajuda se o roteiro e atuação de voz estão a par. Anime é um meio visual, e é mais fácil de apreciar um estilo de arte criativa e animação chamativo quando seus olhos estão livres para seguir a ação. Um mau dub não ajuda ninguém, mas um bom um pode fazer para um grande ponto de partida.

Você precisa de um motivo para ficar por perto



A história anime mais acessível do mundo não vale muito se ninguém quer vê-lo. Eu era muito fácil de agradar em meus primeiros dias: Eu era um menino de dez anos de idade quando Gundam Wing foi ao ar no Cartoon Network, e que tinha gigantes robôs freakin nele, então eu estava vendido dentro dos primeiros dez minutos. Para crescido would-be fãs com gostos ligeiramente mais exigentes, você pode precisar de mais do que gigantes robôs freakin. Comece com um elenco de personagens convincentes, adicione uma trama que une do início ao fim, e servir tudo com disponibilidade maratona-ready. Os fundamentos básicos que fazem uma série agradável para os veteranos calejados ainda se aplicam aos recém-chegados de olhos brilhantes, talvez até mais.







Acima de tudo, um bom primeiro show vai forjar algum tipo de conexão pessoal com seu público. Às vezes é tão direto e óbvio como a escolha de uma história que aborda um assunto o espectador já se preocupa. Se você tem um parente que é fascinado pela corrida espacial, mostrar-lhes Irmãos Espaciais ASAP. Conexões pessoais também pode trabalhar em um nível mais abstrato. Ataque em Titã deve, pelo menos, um pouco de seu sucesso à sua capacidade de entrar em ressonância com jovens adultos que cresceram em um mundo que parece estar sempre à beira do desastre. Queremos Eren e empresa para sobreviver, porque queremos acreditar que as coisas vão funcionar para nós também. Se o público pode ver-se refletida nas personagens, eles vão ficar por aqui para ver o que acontece em seguida.

Você precisa do tipo certo de magia


Há um mundo de diferença entre desfrutando de algo e sentir uma vontade irresistível de dizer ao resto do universo sobre isso. Uma grande série introdutória faz as pessoas querem falar sobre isso depois que assisti-lo. Às vezes é por causa de um estilo visual único ou uma trilha sonora memorável. Também pode ser uma cena impressionante ou uma reviravolta na história surpreendente que recebe as pessoas realmente animado. Eu mostrei os primeiros episódios da Lagoa Negra para muitos amigos ao longo dos anos, e todos eles adoraram as "rampas para barcos de torpedo para o céu e explode um helicóptero" cena. É muitas vezes vale a pena compartilhar algo um pouco louco para deixar uma impressão duradoura.

 

 
Em um nível menos explosivo, não faz mal para dar ao público algo para se pensar. Alguns de nós gostam de ter os nossos cérebros fritos por programas complexos como Psycho-Pass, mas um bom primeiro anime, muitas vezes, apenas representam uma interessante pergunta hipotética. Assassinato sala de aula é um bom exemplo recente. Uma vez que você começar a pensar sobre como você iria sobre a tentar matar Koro Sensei, o show está com você direito onde quer que você. Dando ao espectador algo para meditar sobre após os créditos ajuda a uma série sobreviver a seu tempo de execução.

Você precisa de um bom acompanhamento





Mesmo melhor introdução ao mundo de anime é incompleta sem um outro bom show à espera nos bastidores. Este passo final é muito mais fácil do que costumava ser, graças a serviços de streaming ideal para binge, mas não há substituto para um amigo bem informado quando se trata de promover um vício anime. É aí que você entra, caro leitor. Seus amigos e entes queridos precisa de alguém para dizer: "Se você gostou do que, então você deve aproveitar isso também!" Mais importante, eles precisam de alguém que conhece os seus gostos, capaz de ignorar qualquer um dos meus pontos anteriores, quando relevante. Se você tem um amigo que adora filmes estrangeiros, em seguida, esquecer-se sobre procura de um bom dub. Se o seu amigo prospera em intrigante através de histórias complexas, então talvez você não precisa se preocupar com uma montanha de folclore ou cultura confronto. Afinal de contas, a primeira série perfeito é aquele que é o mais divertido para o telespectador individual. Esqueça todos os grandes sucessos e dez listas, o poder é seu. Chegar lá e fazer alguns novos fãs!
Você já fez um amigo seu tornar-se um Otaku? Qual foi o seu segredo? Deixe-nos saber nos comentários!












Fonte: http://www.animenewsnetwork.com

Como fazer seu amigo virar Otaku

//segunda-feira, 29 de junho de 2015
//Postado Por: Alysson Borges
Tag :

Catálogo Animes Verão 2015 

 

Finalmente, depois de tanto tempo esperando...
O site ptanime fez um catálogo com base nas referências dos seguintes sites:

Assim nós podemos nos preparar ansiosos para os novos títulos que serão lançados, e com muita expectativa...



Devem ainda ter em consideração os seguintes aspetos:
  • Algumas datas sofrem alterações ao longo do tempo, pelo que poderão encontrar datas que não coincidam com a realidade. Nestes casos reportem em comentário neste artigo para que possamos retificar;
  • Existem determinadas informações que ainda não foram anunciadas ou que não se encontram disponíveis. Estaremos atentos a isto, de modo que se forem alteradas, iremos proceder à atualização do catálogo.
Bom, vamos ao que interessa...

Baixem os links abaixo que contém o catálogo da temporada de verão.

Catálogo Animes Verão 2015
(7.46 MB)

Catálogo Animes Verão 2015  
(5.62 MB)

Então vamos esperar pelo que virá!!!  













Fonte: http://ptanime.com















 

Tag :, Tag :, Tag :




Anime muito bem elaborado, com uma história bem interessante e personagens envolventes.
Acompanhem uma breve desecrição desse anime, e quem não assistiu e quiser assistir não vai se arrepender...

A história de Steins Gate ocorre em Akihabara e é sobre um grupo de amigos que personalizaram seu microondas em um dispositivo que pode enviar mensagens de texto para o passado. Como eles realizam diferentes experiências, uma organização chamada SERN que tem vindo a fazer sua própria investigação sobre viagens no tempo, e agora os personagens tem que encontrar uma maneira de evitar ser capturado por eles. Steins Gate tem sido elogiado por seu enredo entrelaçado e os dubladores foram elogiados por seu retrato dos personagens. A adaptação do mangá da história ilustrada por Sarachi Yomi começou a serialização na revista Monthly Comic vivo da Media Factory, em 26 de setembro de 2009. Uma segunda série de mangá ilustrado por Kenji Mizuta começou a serialização em Monthly Comic Lâmina de Mag Garden em 28 de dezembro de 2009. Uma adaptação anime começou a ser exibida em 6 de Abril de 2011.


Rintarou Okabe - (CV:. Mamoru Miyano / J Michael Tatum) um cientista louco auto-proclamado que geralmente se refere a si mesmo como "Hououin Kyouma". Muitas vezes visto como um homem delirante e paranóico, Okabe é encontrado geralmente falando em seu telemóvel contra a "organização" indescritível.



    
Kurisu Makise - (CV: Asami Imai / Trina Nishimura) é uma pesquisadora de neurociência extremamente talentoso, tendo tido sua pesquisa publicada no "sciency" revista acadêmica na tenra idade de 18 anos.


    
Mayuri Shiina - (CV: Kana Hanazawa / Jackie Ross) é um amigo de longa data de infância de Rintaro e ingênuo para sua idade. Mayuri gosta de criar fantasias de cosplay e tem um trabalho a tempo parcial em um café empregada.


    
Itaru Hashida - (CV: Tomokazu Seki / Tyson Rinehart) um hacker experiente em ambas as tecnologias de software e hardware. Ele também é bem versado nas coisas referentes a cultura otaku.


    
Suzuha Amane - (CV: Yukari Tamura / Cherami Leigh) trabalha a tempo parcial para o senhorio de Rintaro do plano e está em uma busca por seu pai em Akihabara. Ela aprecia montar sua bicicleta e tem uma forte antipatia por Kurisu.


    
Ruka Urushibara - (CV: Yuu Kobayashi / Lindsay Seidel) é um bishōnen que parece notavelmente como uma menina e até veste a roupa de um miko apesar de ser um menino. Ele é um amigo próximo de Mayuri e é frequentemente solicitado por ela para tentar em seus trajes cosplay, ele tem sentimentos românticos por Rintarou.


    
Faris NyanNyan - (CV: Haruko Momoi / Jad Saxton) trabalha no café maid "MayQueen Nyannyan", a mesma maid cafe que Mayuri trabalha, e é a garçonete mais popular lá.


    
Moeka Kiryu - (CV: Saori Gotou / Jessica Cavanagh) é uma menina tímida, alto que Rintaro esbarra em Akihabara. Ela está em uma busca para o computador pessoal IBN 5100.


 










Fonte: steins-gate.wikia.com

Steins Gate, Anime muito legal.

//Postado Por: Alysson Borges
Tag :


Desculpem galera por não ter feito um post decente hoje, mas saibam que estou preparando um megapost sobre Sword Art Online...






Este sem dúvidas é um dos melhores animes da Temporada de Verão! Ainda não conhecem Durarara? Então clica aqui pois temos todos os episódios antigos para vocês maratonarem e se prepararem para Durarara!! x2!

Baseado na novel de Ryogo Narita, Durarara!! x2 volta nesta temporada de verão para sua segunda parte, em que finalmente veremos um desfecho para o pessoal de Ikebukuro. Não perca!

Durarara!! x2 volta no sábado, dia 4 de julho, às 13h30 (BRT) e estará disponível para os usuários premium do Brasil. O anime será liberado uma semana depois para os usuários comuns. Assista!


 
 Seis meses depois... Nada mudou entre nós, ou era o que parecia. Seis meses se passaram desde o tumulto que abalou todo o distrito de Ikebukuro — A paz retornou ao distrito e as pessoas levam suas vidas normalmente.









Conversem conosco pelos perfis oficiais no Twitter, no Facebook e no Google+ e fiquem por dentro de todas as novidades! Fiquem de olho nas CrunchyNotícias e da nossa Programação e discutam as novidades no fórum!


Assistam aos episódios pelo site da Crunchyroll.pt ou pelos nossos aplicativos. Membros com Assinatura Premium+ da Crunchyroll possuem acesso a todos os animes e dramas com qualidade em alta definição e sem propagandas! Conheçam nossos Planos de Assinatura!

Títulos da Temporada de Verão 2015:
24/06/2015 - Working!!!
24/06/2015 - Classroom☆Crisis
24/06/2015 - Charlotte
25/06/2015 - Rokka no Yuusha
25/06/2015 - Durarara!! 2x
??/06/2015 - ????











Novo Título de Verão 2015: Durarara!! x2

//sexta-feira, 26 de junho de 2015
//Postado Por: Alysson Borges
Tag :